Henriquecer99999999994

A Exame publicou esta semana reportagem apontando que o dólar pode encerrar o ano cotado a R$2,60. Nos últimos dias a moeda já tem se valorizado. Parte disso pode ser atribuído às tensões na Ucrânia. Parte, às declarações do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, de que o governo pode reduzir ou encerrar as intervenções diárias no câmbio a partir do segundo semestre.

Mas os R$2,60 são as projeções mais pessimistas. Não que não possa acontecer, mas o que o mercado realmente espera é que a moeda termine o ano cotada a R$2,45 (fonte: Boletim Focus de 26/5).

Então Riko, devo comprar dólares?

Se você tem uma reserva considerável em reais, vale sim diversificar. Se pretende viajar para fora em breve, é bom começar a comprar em pequenos lotes. Mas muita atenção aqui: não vale tanto a pena especular, a menos que você tenha reservas suficientes para isso (fazer apostas).

George Soros, um dos bilionários mais lendários do mercado financeiro, ficou mundialmente conhecido nos anos 90 ao especular contra a libra e faturar, em um único dia, 1 bilhão de dólares.

Maaaaas, a esta altura Soros já era um reconhecido gestor de Hedge Fund. Apostou e deu certo. Quando o assunto é câmbio, é bom ter atenção. Então antes de vender seu carro para comprar dólares, tenha em mente os seguintes pontos:

1) Apesar de tudo apontar que a tendência do dólar é de alta, nada garante que isso vá acontecer. Se me perguntassem há 6 meses atrás a tendência do dólar, eu responderia na lata: ‘alta’. Mas de lá pra cá ele caiu. Cada dia é um dia diferente. O Brasil hoje vive sob a ameaça da inflação alta. Neste aspecto, um dólar mais alto pressiona a inflação. O Governo, (no que diz respeito à questão inflacionária) não tem interesse num dólar muito alto. Então, apesar do Tombini ter ameaçado retirar as intervenções no segundo semestre, nada garante que ele o fará se o dólar disparar.

2) Digamos que o dólar realmente chegue a R$2,45 no fim do ano. Parece muito esperto da nossa parte comprar dólares e deixá-los guardados no nosso armário, num é? Bem, nem tanto. Se a opção for esta, você deve considerar o custo de oportunidade do seu dinheiro parado.

Ou seja, vamos fazer uma conta simples apenas para ilustrar. Com o dólar hoje sendo negociado a R$2,24 (cotação de 27/5/14), se eu comprá-lo agora, até o final do ano terei ganho 9% se ele chegar aos tais R$2,45.

Por outro lado, se eu não comprar os dólares, mas aplicar o dinheiro a um rendimento Selic eu ganho em torno de 7% no mesmo período. Isso significa que, na prática, o cara que comprou os dólares se saiu apenas 2 pontos percentuais melhor do que o que investiu em reais – com uma diferença importante: não temos certeza de que o dólar irá de fato subir, mas ao comprar um título, podemos saber exatamente a taxa que nos será paga. Algo como 7 pássaros na mão contra 9 voando…

E, é claro, que desconsiderei nesta análise o spread da compra de dólares (quando a gente compra dólar numa casa de câmbio, a gente sempre paga mais caro do que a cotação do dólar comercial. Quando a gente vende, eles sempre nos pagam menos do que o comercial. Ou seja, a cada transação a gente sempre saiu perdendo um pouco. Esse spread varia de casa de câmbio a casa de câmbio). Se tivesse considerado o efeito do spread, a compra e venda de dólares seria bem mais desvantajosa¹, apesar de eu ter desconsiderado também o IR da aplicação em reais.

Na verdade, o que eu quis mostrar é que apesar da expectativa ser de alta, isso não significa necessariamente que é um bom investimento comprar dólares. Para valer a pena apostar na moeda, o primeiro passo é analisar se a alta esperada é significativamente maior que a taxa de juros.

O mercado não é ingênuo. Ora, se, na média, a expectativa é a de que o dólar chegue a R$2,45 por que eles mesmos não compram muito hoje e pressionam a moeda para cima até chegar a R$2,45? Porque eles entendem os itens 1 e 2 que listei acima. O câmbio a vista e o câmbio futuro são impactados pelas expectativas diárias relacionadas ao futuro do câmbio e pela taxa de juros.

Bem, queria terminar apenas reforçando o que já disse acima. Comprar dólares é excelente para quem quiser diversificar seus investimentos e para quem planeja viajar ou ter gastos em dólares no futuro. Vá comprando aos poucos e sempre. Especulação é jogo de azar. Se você tiver grana pra isso, nada impede que o faça, mas saiba que isso não é investir. Mas, em todos os casos, tenha sempre em mente a lógica do custo de oportunidade.

A todos um grande abraço!

Mail Box - 2

¹ se você quiser investir em dólares, o mais indicado é que você adquira quotas de um fundo cambial em dólar. Apesar da taxa de administração e do IR, ainda vale mais a pena do que “investir” via papel moeda comprado em casa de câmbio (a menos que a intenção seja usar no curto prazo).

Anúncios