Henriquecer999999999992

O cara tenta vender o carro usado dele e descobre que ele está valendo 40% a menos do que quando ele comprou. O outro compra o iPhone novo e revende o antigo pro amigo no trabalho por menos da metade do preço.
Você já ouviu falar em bolha do automóvel ou na bolha do iPhone? Nem eu.
Mas quando se trata de imóvel, é bolha…
Acontece que os economistas, até uns bem renomados, tratam os imóveis da mesma maneira que tratam títulos ou ações. Mas a verdade é que apesar de ser um bom investimento, o imóvel não é apenas isso: ele também é um bem!
A decisão entre comprar ou não uma casa nem sempre envolve apenas uma análise financeira. Ela pode ter um valor sentimental, pode ser uma conquista a ser comemorada, o início de uma nova etapa da vida, onde crescerão os filhos… ou não.
Tem até aquela história da diferença entre o homem e a mulher comprando imóvel. O homem quer saber se terá um bom retorno, como estará o mercado, se o imóvel tem liquidez, se o bairro tende a crescer… Já a mulher quer saber se tem segurança e lazer pros filhos, se eles serão felizes por lá etc. Não tem necessariamente a ver com isso. Na verdade, pouco importa se é homem ou mulher, mas qual o fim que se espera daquele bem: gerar renda, felicidade ou ambos.
Trabalhei com um economista anos atrás que me disse ter comprado a casa onde morava pq ele queria poder furar a parede sem ter que pedir permissão a ninguém. Ele não queria ter que renegociar um contrato de aluguel a cada 30 meses… Ele não pensou no aspecto financeiro do negócio mas no emocional. Talvez tivesse planos de deixar pros filhos, sei lá… Ter o seu próprio lar, de fato, trás uma segurança… As vezes, só o que vc quer é ter um lugar para chamar de seu.

Henriquecer999999999991
Não to dizendo aqui que o imóvel como investimento deva ser desprezado. Não é isso. Mas parece unanimidade a ideia de que, por algum motivo especial, esse bem TENHA que dar retorno financeiro. Por que? Quando você compra seu carro, vc pensa que você tem que ter um lucro com ele? Senão, é um fracasso? É uma bolha? Acredito que não.
Parece que o imóvel apresenta alguma divindade extraordinária. Tudo é diferente. A bolsa sobe e desce, os juros, o dólar… tudo varia pra cima e pra baixo. Mas e o imóvel? Se o preço do m² cai 10% no ano, lá vem “é bolhaaaaaa. Correee”. Se sobe 10% “ihhhh isso vai virar uma bolhaa”… Não tem jeito.
Criou-se uma falsa crença no passado de que imóvel só se valoriza. Que imóvel é um investimento seguro etc. Com base em que, eu não sei… talvez seja mais uma daquelas heranças inflacionárias malditas.
O preço dos imóveis pode subir ou cair como o de qualquer ativo, talvez, na maioria das vezes, com uma volatilidade um pouco menor do que a média. Mas varia. Já até escrevi aqui, em linhas gerais , quais os principais fatores que fazem ele variar de preço. Mas não necessariamente será bolha se por acaso ele vier a cair de preço assim como não necessariamente é uma bolha financeira se a bolsa cair 10%.
Claro que a nossa geração ficou muito marcada com a bolha imobiliária que estourou nos EUA entre 2006 e 2008. A maior parte do grande público desconhece o que são derivativos, CDOs, subprimes e qual a relação entre uma taxa de juros e o valor de um imóvel. O que se entende facilmente é apenas a parte “subiu muito e agora despencou”.
Essa semana, o Sr. Dinheiro escreveu na infomoney por que ele jura ter uma bolha no Brasil que estourará após a Copa. Diz ter a favor dele o prêmio Nobel Bob Shiller, aquele que eu comentei aqui no ano passado quando escrevi “A Bolha Imobiliária no Brasil”.
De fato, a tendência é de maior contração nos preços como efeito do arrefecimento da economia como um todo. Os anos 2009-11 passaram. O momento agora é outro e isso já vem refletindo nos preços e deve continuar… mas daí a bolha?
Sr. Dinheiro, vamos ver o que acontece então depois da Copa. Por favor, não venha com aquele “viu? Subiu menos que a inflação” ou “a bolha estourou apesar de ninguem ter notado” Mas ó é a Copa de 2014 hein!
Bom, antes de ir nessa, queria dizer que acho que a compra de um imóvel pode ser um puta investimento. Principalmente emocional, mas também financeiro. Mas como todo investimento tem seus riscos.
Para finalizar, já imaginou como seria bom se a gente tivesse lucro em cada bem que a gente comprasse?
Até a próxima!

Mail Box - 2

Anúncios