Henriquecer99999999996

O quanto se gasta em média numa viagem? Depende muito… depende de para onde vc vai, quantos dias vc vai ficar, da ideia da viagem (se é um mochilão ou uma viagem romântica por exemplo), dos seus hábitos normais em viagem (se só fica em hotel 5 estrelas, viaja de primeira classe e janta nos melhores restaurantes ou está aberto ao melhor custo-benefício). Tudo varia.

Tem gente que quando viaja fica rico. Quer gastar a vontade, que ‘miséria pouca é besteira’… Mas depois se enrola ou não sobra dinheiro para viajar de novo durante um bom tempo. Como disse, isso é de perfil… se você prefere ir pra Búzios uma vez por ano e gastar milhares de reais lá e isto te basta ok. Não há nada de errado nisso. Mas esse artigo é para quem não tem dinheiro sobrando e gosta muito de viajar, o máximo que der…

Quem gasta menos numa viagem, tem a oportunidade de viajar mais vezes. A economia, é claro, não pode ser burra. Tem que haver um equilíbrio. O problema é descobrir o meio termo, o quanto vc pode gastar ou não. Para isso, o melhor é você fazer um Planejamento Financeiro da viagem.

Planejamento Financeiro

Antes de decidir viajar, você tem que saber para onde você pode ir. Para isso, o ideal é que você faça um Planejamento Financeiro preliminar. Eu faço no excel, mas poderia ser com papel e caneta mesmo.

Exemplo de um orçamento de viagem para Florianópolis no feriado de abril para 3 pessoas por 5 dias.

Henriquecer99999999995

Esse primeiro orçamento é mesmo preliminar. Se você ainda não conhece detalhes sobre o lugar onde você vai, a ideia é mesmo mais um chute… apenas um cheiro para você saber se está dentro do que você pode gastar ou não.

Com o tempo, você vai desenhando melhor o roteiro de viagens, selecionando as atividades que você pretende fazer, escolhendo passagem, hotel etc, você terá uma ideia mais apurada. Aí então, o indicado é você atualizar o Orçamento (talvez chamando de Orçamento de viagem 2).

Depois que voltar da viagem, o você deve contabilizar quais foram os seus gastos detalhadamente. Se você ouve alguém dizendo ‘fui pra NYC e gastei só $2 mil’ desconfie. Sério, a maior parte das pessoas não calcula direito nem o quanto gastam no dia a dia, quem dirá numa viagem…

Em geral, as pessoas nunca param um tempo para colocar no papel (ou no excel) todos os seus gastos. Isso é muito importante! Só assim você poderá prever melhor das próximas vezes e fazer a decisão certa de viajar ou não e para onde.

Conte todos os gastos desde o guia de viagens ao amendoim que comprou na rua. O que eu faço é pegar o meu extrato da conta e do cartão e contabilizar todos os gastos naquele período em que eu estava viajando, todos os saques etc. Como moro no Recreio, um gasto muito alto que tenho é o do táxi até o aeroporto.

Dicas sobre o translado até o aeroporto

Dica 1: se a viagem for curta, as vezes vale mais a pena deixar seu carro no aeroporto. Além de mais cômodo pode sair ainda mais barato. Dica 2: nunca pegue o táxi do aeroporto e muito menos aqueles de preço fechado das cabinezinhas. Eles são um assalto aqui no Rio. A dica é pegar um táxi amarelo com taximetro que pode sair pela metade do preço. Basta ir ao setor de embarque a fazer sinal para alguém que acabou de deixar um passageiro. Dica 3: Pegar o BrT Transcarioca. Agora há uma possibilidade de chegar ao Galeão por R$3. Claro que só vale se você morar perto do BrT e não tiver com tantas malas. Afinal de contas, o que vc não quer numa viagem é se estressar. Dica 4: Outra opção, essa para os 2 aeroportos é pegar o frescão. Isso também só vale a pena se você for sozinho ou morar longe do aeroporto. Se forem várias pessoas e perto do aeroporto, pode ser que de um valor muito próximo do valor do táxi.

Viajar para fora

Se você for viajar para fora, o ideal é ir comprando a moeda do país aos poucos. Se for dólar, euro ou libra, eu indicaria comprar tudo já na moeda destino. Mas se for outra moeda como pesos mexicanos ou argentinos, por exemplo, é melhor comprar uma parte na moeda destino e outra parte em dólares. O dólar é a moeda universal e é bem provável que sobre algum dinheiro da sua viagem. E é sempre melhor que sobrem dólares do que pesos, já que os primeiros além de conservarem melhor o valor, são mais aceitos em outros países que vc futuramente possa querer ir.

A corretora em que eu compro moeda estrangeira é a DG Câmbio ( http://www.dgcambio.com.br ) pq além de eles terem taxas bem competitivas, ainda entregam em casa e dependendo de onde vc more, sem frete. Essa foi uma boa dica de um amigo.

Para mais informações sobre comprar dólares para viagem, acesse aqui.

Outra coisa importante é sempre fazer o seguro de viagem e colocá-lo no seu orçamento. Principalmente nos EUA, os custos médicos podem ser assustadores. Se for viajar para fazer esportes como esqui então, diria que é mais do que necessário.

Henriquecer99999999997

Promoções

As vezes sua viagem já está definida, as vezes você só quer fazer uma viagem para se distrair nas suas férias. De qualquer maneira, o ideal sempre é pesquisar pelas promoções que estão rolando. Eu recebo diariamente no meu email a newsletter do Melhores Destinos (www.melhoresdestinos.com.br). Se você ainda não conhece, não deixe de entrar lá já… é um blog que monitora as melhores promoções de passagem rolando no momento. Tem de tudo, promoções para destinos nacionais, internacionais e até de milhas. Existem outros sites como este, mas ele é certamente o mais conhecido.

Caso a promoção que você quer não esteja rolando no Melhores Destinos, pesquise pacotes e passagens pelo Decolar.com e Submarinoviagens.com.

Sites de compra coletiva também se tornaram excelentes opções para se economizar em viagens. O Hotel Urbano, por exemplo, é especializado nisso. Mas não é o único. Sempre tem boas opções. Mas nesse caso, muita atenção às letras miúdas para que o barato não saia caro. As vezes é difícil vc conseguir marcar sua viagem, eles não tem datas quando vc pode ir… se esse for o caso, esqueça! Pode ser cilada…

Comprar passagens com antecedência também tendem a ser bem mais baratas. Mas se seu tempo for contado, cuidado para não passar 18 horas parado numa conexão em Bogotá, perdendo boa parte das suas férias.

É bom saber que as passagens internacionais (as nacionais tbm mas em menor escala) são diretamente influenciadas pela cotação do dólar, e este varia diariamente. Então, é bem possível que vc encontre uma variação grande no preço das passagens de um dia pro outro por este motivo.

Outra dica, mas essa só vale para viagem aos EUA, é o priceline, uma espécie de site de descontos, onde você pode inclusive fazer uma oferta para o hotel, companhia aérea e/ou locadora de carro com o valor que você deseja pagar, se eles toparem, é só arrumar as malas e ir. No melhor estilo “Quer pagar quanto?” O site é o http://www.priceline.com.

Provisões

O que eu faço no inicio de cada ano é simular as viagens que quero fazer nos feriados e nas minhas férias (um chute apenas) e ver o quanto, por alto, sairiam elas. Daí desconto o adicional de 1/3 das férias e divido por 12. Pronto, aí já tenho um norte em relação a quanto dinheiro eu devo juntar por mês para conseguir ir para onde eu quero sem me endividar ou me enrolar.

Em geral, faço um orçamento de viagens mais simples, mas se consigo juntar mais dinheiro, no final posso dar um upgrade nessas viagens. Também estou constantemente comprando um pouco de dólares para diluir o risco de uma alta repentina mudar meus planos.

Se você não sabe do que se tratam essas provisões, recomendo ler Por que poupar?

Cuidado com as compras

Henriquecer99999999998

É bem verdade que a maior parte do mundo oferece preços mais atrativos do que o Brasil. Eu mesmo as vezes evito comprar roupas aqui para comprar lá fora. Mas nem tudo vale a pena.

Em primeiro lugar, criou-se esse inconsciente de que lá fora tudo é mais barato. Apesar de na maioria das vezes ser verdade, é bom lembrar que nem sempre é.

Tem que gente que já viaja com isso na cabeça e compra qualquer coisa que vê. Furada! Isso era mais verdade quando o dólar estava a R$1,80 mas a R$2,25 já não é mais tanto assim. Compre apenas o que você realmente quer ou precisa e cuidado para não acumular bugingangas sem sentido.

Essa história de que “quem converte não se diverte” é história para boi dormir. 1 dólar equivale a 2,35 reais em média hoje. Converta sempre porque senão tudo vai parecer ainda mais barato do que é. Faça um ensaio aqui no Brasil mesmo: um sanduíche no Burguer King aqui no Brasil pode sair a 2,5o dólares, um almoço no KFC a 4 dólares. As coisas parecem mais baratas assim e você pode acabar entrando pelo cano. Converta sempre! Porque pra mim, não se diverte é quem depois da viagem tem que se virar durante meses para pagar as dívidas que fez… nem um pouco divertido.

Ahhh , a conversão deve ser feita ao dólar (ou euro, etc) turismo – que é mais alto – e não o comercial, ok? Não adianta o dólar comercial estar a R$2,25, o que vale é o turismo, que é o que vc paga (em torno de R$2,35 hoje). E não se esqueça de incluir na conta – o que em geral poucos fazem – os impostos, que nos EUA não estão incluídos nos preços mostrados, o que também ajuda a fazer os preços lá parecerem ainda mais baratos do que já são.

Bom, é isso. Acho importante você controlar o quanto gasta em viagens. Não precisa ser com stress ou miséria, lembre-se que você está lá pra descansar e aproveitar. Mas para não passar por isso, orce o quanto será necessário na viagem.

Se você realmente gosta de viajar, economizando de forma inteligente, você pode viajar muito mais!

Abraços!

PS.: Alguém tendo mais dicas, serão mais que bem vindas!

Mail Box - 2

Anúncios