exercicios

Endividado, gordo, mal no emprego, infeliz… o que fazer para mudar sua vida? Provavelmente (espero) nem todas as características se aplicam a vc. Mas nenhuma delas se aplica? As pessoas tendem a dizer que “elas não conseguem” por algum motivo específico. Se escondem atrás do que se chama de desculpa verdadeira, verdades que nos paralisam, que nos fazem esconder das responsabilidades.

O primeiro passo é definir seu objetivo: escreva num papel e guarde. Algumas sugestões:

– Até o fim do ano quero pagar todas minhas dívidas e juntar R$20 mil.

– Desejo me manter com meu peso ideal durante todo o ano.

– Vou fazer um curso na minha área e aumentar minha produtividade no trabalho.

– Vou sair ao menos uma vez na semana com meus amigos.

Uma vez o objetivo determinado, elabore um plano para cumpri-lo. Algo como:

– Até o fim do ano quero pagar todas minhas dívidas e juntar R$20 mil. Elaborar um Planejamento Financeiro.

– Desejo me manter com meu peso ideal durante todo o ano. Correr 3 vezes por semana e me alimentar melhor.

– Vou fazer um curso na minha área e aumentar minha produtividade no trabalho. Planejar horário e criar metas para as tarefas no trabalho.

– Vou sair ao menos uma vez na semana com meus amigos. Reservar um período sagrado na semana para isso.

Esses são os primeiros passos. Agora você precisará detalhá-los melhor. Quanto vai reservar de dinheiro para cada objetivo financeiro? Quanto você vai correr por dia? O que comer e em qual intervalo? Qual curso você vai fazer? Quais tarefas entrarão na sua meta? Quais amigos, o que você fará com eles?

Escreva cada um desses pontos com detalhes. Construa metas e, o mais difícil, obedeça-as.

O importante é mudar seus hábitos. Eles definem o que vc faz, define quem vc é. Quer ser rico? Pare de sonhar e comece a correr atrás disso! Ficar sentado no sofá sonhando não vai te levar mto longe. Quer emagrecer, pé na rua! Quer uma promoção? Pare de focar só nos defeitos do seu trabalho e motive-se!

Porque existe sempre uma história genial de pessoas incríveis que fizeram coisas incríveis para ter sucesso. Mas todos nós podemos fazer nossas coisas normais todos os dias, e com o tempo transformá-las em hábitos. Aí sim, poderemos nos tornar bons! Michael Phelps não bateu nenhum recorde mundial ao cair na piscina pela primeira vez. Warren Buffet teve prejuízo com as primeiras ações que comprou.

O que precisamos para ser bom realmente em algo é a prática. Para ser o que queremos ser, precisamos transformar as ações necessárias em hábitos. Com disciplina.

Quando o diabinho do ombro esquerdo disser “hoje não precisa correr, tá chovendo” não o escute. Quando ele disser “abandone seu planejamento só hoje e compre isso, tá mto barato.”, quando disser “É só uma tortinha” ou “só um cigarrinho”… não escute! São esses obstáculos que tornarão a conquista mais valiosa!

Vá em frente nas suas metas por mais dificil que possa ser o caminho… acredite, assim como parar de fumar, cada dia é menos doloroso que o outro. Ao fim, você terá novos hábitos. Bingo!

E uma coisa leva a outra… quando as pessoas começam a fazer exercícios habitualmente, mesmo com frequência baixa, como uma vez por semana, elas começam a mudar outros padrões não relacionados em suas vidas, muitas vezes sem saber disso.

Tipicamente, pessoas que fazem exercícios começam a se alimentar melhor e se tornam mais produtivas no trabalho. Elas fumam menos e demonstram mais paciência com amigos e familiares. Usam seus cartões de crédito com menos frequência e afirmam sentir menos estresse.

O motivo não é totalmente claro, mas para muitas pessoas o exercício é um hábito que deflagra mudanças disseminadas. Há algo nele que facilita os outros hábitos. E não sou eu quem está dizendo isso, pesquisadores estudaram detalhadamente a importância dos hábitos e como eles se formam em nossas vidas¹.

Estudos documentaram que famílias com hábito de jantarem juntas parecem educar crianças com melhor aptidão para o dever de casa, com melhores notas, maior controle emocional e mais confiança. Arrumar a cama toda manhã é correlacionado com uma produtividade melhor, uma sensação de bem-estar, e maior aptidão para se manter dentro do orçamento. Não que jantar em familia ou arrumar a cama CAUSEM isso tudo. Mas, de algum modo, essas mudanças iniciais startam reações em cadeia que ajudam outros bons hábitos a se firmarem.

Se você focar em mudar ou cultivar bons hábitos, pode gerar mudanças disseminadas. São pequenas vitórias diárias… se ater ao planejado já é uma vitória.

Pense nisso. Quem você quer ser e o que você precisa fazer para isso? Aja! Que esse artigo seja o inicio de uma nova etapa na sua vida!

A todos, um grande abraço!!

¹ Pesquisas do livro “O Poder do hábito” de Charles Duhigg, livro que aliás, recomendo fortemente!

Mail Box - 2

Anúncios