Henriquecer99999999999999992

7 a cada 10 brasileiros não poupam absolutamente nada, dá pra acreditar? E dos 30% que poupam, grande parte acaba usando as reservas para viagens de férias, trocando de carro ou não poupam o suficiente para manter o nível de vida depois da aposentadoria.

Hoje a gente já sabe que o INSS é incapaz de nos dar um padrão de aposentadoria dos sonhos. Aliás, nem é este o intuito. O INSS existe para te manter vivo com alguma renda quando você não puder mais trabalhar (mais em “As regras do INSS”). E sabendo disso desde já, o que fazer: cruzar os braços, continuar gastando por conta e esperar o tempo chegar para reclamar dos políticos e se fazer de vítima quando ficar mais velho e já for tarde demais? A alternativa é começar a agir desde já e não perder mais tempo!

Para a aposentadoria complementar, os 2 produtos financeiros mais adequados são a previdência privada e as NTN-Bs. Mas hoje eu vou falar sobre a Previdência Privada.

VGBL x PGBL

A primeira coisa que você precisa saber sobre a Previdência Privada é que existem 2 tipos: o VGBL e o PGBL. O VGBL é indicado para quem declara o imposto de renda pelo Simplificado. No resgate você vai pagar imposto de renda apenas sobre os rendimentos do que você aplicou, como na maior parte das aplicações financeiras.

Já no PGBL se paga o Imposto de renda no resgate sobre todo o montante. Isso porque, para quem declara no Completo, existe o benefício fiscal do imposto de renda. Você abate desde já o imposto sobre o investido até o limite de 12% da sua renda.

Logo, a escolha entre um dos 2 depende exclusivamente da forma como vc declara seu IR.

Imposto de Renda

A Previdência Privada é um produto para o longo prazo e não é aconselhado como investimento para curto ou médio prazos. Uma das grandes vantagens da Previdência Privada é a baixa alíquota de imposto de renda da tabela regressiva a partir de 10 anos do seu dinheiro aplicado: apenas 10%. Em contrapartida, pela mesma tabela, o investimento de até 2 anos é tributado em 35% – uma das taxas de imposto de renda mais altos!

No momento da aquisição do seu plano, você deve optar por 2 regimes tributários distintos: Tabela Progressiva e Tabela Regressiva. A tabela Regressiva é melhor, mas apenas para quem ainda tem bastante tempo pela frente até se aposentar.

A tabela progressiva segue exatamente as alíquotas de IR que você paga no seu salário e por isso é mais indicado para quem tem pouco tempo até a aposentadoria. Hoje ela funciona assim:

Henriquecer99999999999999994

A regressiva, que como disse, é bem melhor para quem tem mais tempo até o resgate, segue a seguinte tabela:

Henriquecer99999999999999993

Percentual de Renda Variável

É permitido a um plano de previdência privado investir até 49% dos recursos em renda variável, como ações por exemplo.

Quando você contrata um serviço desses, eles te oferecem alguns tipos de previdência com percentuais diferentes de investimento em renda variável. Tem fundos com 10%, 20% etc…

Vendedores de seguro e previdência, geralmente te vendem os fundos com maior percentual de renda variável sob o argumento de que é o que apresenta os maiores retornos no longo prazo. Isso é parcialmente verdade. Mas eu prefiro não confundir as bolas.

Se eu quiser investir em ações, eu contrato um fundo de ações ou escolho eu mesmo as ações que quero. Mas para a aposentadoria prefiro ser mais conservador. Apesar de ações terem apresentado retornos maiores em longo prazo no passado, nada garante isso para o futuro. Basta perguntar para os acionistas da Estrela se eles acham ações bons investimentos para o longo prazo.

Na minha opinião, e já escrevi isso aqui, ação é risco e risco é para constituir um patrimônio, buscar enriquecer. Risco é muito bom na hora certa com os recursos certos. Não gostaria de não poder me aposentar porque a OGX faliu. Essa é uma opinião minha, é claro.

Taxas

Cuidado! Nem toda Previdência Privada é boa. As oferecidas pelos grandes bancos de varejo muitas vezes são produtos muito caros. Isso porque tem muita seguradora que cobra uma taxa chamada de Taxa de Carregamento. Essa taxa deduz um percentual do seu dinheiro toda vez que você faz uma aplicação. Recomendo não contratar planos que cobrem esta taxa porque no longo prazo você vai se dar conta de o quanto esta taxinha prejudica seu investimento.

Outra taxa que você paga é a de administração do fundo. Este é um dos motivos que contribuem para eu preferir planos 100% Renda Fixa. Em geral, a taxa de administração é menor. Uma boa média de taxa de administração é entre 0,5% e 1,5%. Mais que isso é absurdo de caro.

Muitas empresas hoje em dia oferecem aos seus funcionários Planos de Previdência Privada. Alguns contribuem junto com você, se você investe R$100, eles investem mais R$100 ou R$50, por exemplo. Varia muito mas em geral, você só consegue sacar a parte deles se ficar na mesma empresa por muitos anos.

De qualquer forma, costuma ser bastante proveitoso já que a seguradora geralmente apresenta descontos especiais. Eu mesmo tenho um na minha empresa. Optei por um VGBL, com imposto regressivo e 100% Renda Fixa.

Como disse, muitos planos de previdência são produtos caros. Existe a excelente alternativa que é a NTN-B, que são títulos do Tesouro Nacional. De qualquer maneira, a pior opção será sempre a de não investir. Se procurar com calma, pode encontrar excelentes planos de previdência, sem taxa de carregamento e com taxa de administração de até 1% ao ano… maaaasss caso não encontre, recomendo partir para a NTN-B.

A todos um grande abraço!

Mail Box - 2

Anúncios