bolha na China

Fez que foi, acabou não “fondo”

Julho começou assim: todo mundo acompanhando o que iria acontecer com a Grécia. Calote, plebiscito, saída do ministro das Finanças, saída do Euro… Depois de tantas idas e vindas de ambos os lados, a Grécia enfim chegou a um acordo, não o melhor para eles, não o melhor para os credores… Bom para ninguém, mas foi um acordo e de acordo os mercados gostam.

Mas e se…

… a Grécia saísse de fato do Euro? Tem quem ache que seria bom para todo mundo. Europa se livraria de um peso, a Grécia recuperaria autonomia para a política monetária, enfim, todos felizes.

Mas, que confiança teria essa nova moeda grega? Que política monetária poderia resistir a uma moeda sem a menor credibilidade? E para a Europa, a dívida em euros seria transformada em dívida em dracmas (ou novos dracmas, dracmas reais, cruzados novos, sei lá, qualquer nome) justamente a tal moeda sem credibilidade. Isso só para começar a conversa… Na minha opinião, seria um jogo perde – perde.

O Gigante acordou?

E enquanto estávamos distraídos discutindo a 44ª economia do mundo, sua moeda, seu partido político… os mercados chineses desabaram, preocupando o mundo todo. Justamente a China que tem sustentado a economia global nos últimos anos. É bolha? Tudo parece indicar que sim, mas como por lá nem tudo é tão claro como por cá…

A teoria do caos brasileiro

Uma borboleta batendo as asas lá na China é capaz de derreter o Ibovespa aqui no Brasil. A China é “só” o nosso maior parceiro comercial. Foi por causa deles que tivemos tanta entrada de recursos nos últimos anos. Para quem estava dormindo nesta última década, vou resumir o que aconteceu: os preços das commodities dispararam no mundo com o crescimento chinês. Países como o Brasil, exportadores dessas commodities, aproveitaram a onda.

Cadê o swell?

Não é invenção do Governo que o cenário global piorou para o Brasil. Nem toda a dificuldade que estamos passando é por conta simplesmente da má gestão do Governo Dilma I. Não é defender o Governo (mtooo longe de mim isso), mas a verdade é que de fato, existe esse fator global, e estaria sendo mais difícil anyway. Aliás, nem todo sucesso econômico de Lula foi mérito dele, tanto quanto nem todo o fracasso de Dilma é apenas culpa dela (e do Guigui). Como costumo dizer, não existe bom surfista em mar flat…

E já que toquei no assunto

Esta semana, a meta do superávit primário foi reduzida de 1,1% do PIB para 0,1%. O mercado já assimilou que isto significa automaticamente que perderemos o nosso tão suado grau de investimento. O Brasil deixará de ser considerado um lugar seguro para investir no mundo. A mudança tão brusca na meta foi ainda considerada uma derrota para o ministro Levy. O mercado teme que o ministro possa estar de saída… aí meus amigos… fu…

Que diabos é esse Superávit Primário?

Para quem não sabe, o superávit primário não tem nada a ver com exportação e importação… é a diferença entre o que o Governo arrecadou e o que ele gastou, sem contar os juros da dívida. Para quem entende um pouco mais de finanças é como se fosse uma espécie de EBITDA do Governo.

A preço de libra

Com isso tudo rolando, o dólar atingiu a maior cotação desde o início de 2003. Acontece que o dólar está flutuando a sabor do mercado e parece que o Governo quer que ele se valorize logo este ano, mais até do que deveria. Por que? Porque correções sempre vem. Se o dólar subir mais agora, pressionará a inflação deste ano. Só que a meta desse ano já é perdida e o Governo está preocupado é com 2016. Lá em 2016, quando houver uma possível correção (queda) do dólar, ajudará a segurar a inflação. Então, o Governo parece querer mais é que esse ano o dólar suba… mas só por enquanto.

Enfim, algo bom

Continua. Os saques continuam maiores que os depósitos na poupança, a inflação continua em alta, a atividade continua em queda, o desemprego continua aumentando, a renda continua caindo, os juros continuam subindo… Repito, o momento não é o melhor para investir em imóveis. Mas, esse mês houve enfim uma noticia boa para o setor. BB e Caixa passam a oferecer crédito de até 90% para quem tem conta no FGTS e quer comprar imóveis até R$400 mil (o pró cotista). Se não é o suficiente para tornar o investimento em sensação, ao menos reduz o risco de uma retração mais forte no setor.

Os novos juros do FIES

O Governo alterou a taxa de juros do FIES de 3,4% para 6,5% a.a. para os novos contratos. A notícia é boa, principalmente no momento atual de esforço fiscal. O FIES continua mto bom e até mais justo… pq, vamos lá, 3,4% ao ano de juros em época de inflação a quase 2 dígitos é demais. E vale lembrar que são recursos públicos.

Tiro que saiu pela culatra

Até semana passada eu só tinha ouvido falar em Uber, mas a greve dos taxistas no Rio acabou sendo um excelente marketing para o aplicativo. Como o assunto na cidade foi esse pelos 4 cantos, a curiosidade acabou aguçada e muita gente sexta mesmo baixou o aplicativo. Além disso, o Uber liberou corridas gratuitas das 7h as 19h, justamente durante a greve em que não havia táxis disponíveis na cidade. Aproveitaram!

Hate the game, not the player

A bem da verdade, os taxistas tem um ponto. Eles tem que pagar autonomia, taxas etc. Alguns economizaram durante muito tempo e se esforçaram mto para estarem ali. Mas não dá para nadar contra a maré durante muito tempo… as mudanças tecnológicas vem e vai se dar melhor quem se adaptar melhor a elas. O mais certo seria pleitear uma mudança nas obrigações dos taxistas, de alguma forma, para torná-los mais competitivos (e claro, eles precisam melhorar o serviço deles tbm). Em tempo, imagina se os correios tivessem feito greve quando começou-se a usar e-mails.

Mail Box 3

Anúncios