Dilma & Tombini

 

Virou zona

Com a incapacidade do Governo em face do desajuste fiscal, já tem gente prevendo risco de calote brasileiro no futuro. Hoje é bem difícil imaginar este cenário mas também está difícil resolver qualquer problema. A situação do Governo do Brasil já estará melhor quando parar de piorar.

 

Boa notícia é raridade

… nestes tempos, e, por isso mesmo, merece destaque. O superávit primário consolidado fechou janeiro de 2016 com o valor de R$ 28 bi. É o primeiro resultado positivo desde abril do ano passado e o melhor desempenho mensal desde novembro de 2013

 

O petróleo é “nóis”

A Petrobras enfrenta como principais problemas: i) o ambiente econômico internacional desaquecido (que tem impactado os preços do petróleo); e ii) escândalo de corrupção sem precedentes durante o governo petista. Mas, o maior dos problemas não é nenhum dos 2, mas a incompetência de quem esteve a frente da Companhia nos últimos anos. Esta foi muito mais devastadora do que a duas primeiras. Qualquer coincidência com o que se passa com o nosso país é mera coincidência. #sqn

 

Oportunidade?

Investidor pessoa física gosta de pechincha. Com os preços a que estão cotadas as ações da Petrobras, muita gente acha que pode ser um bom momento para entrar no papel. A bem da verdade, quando se trata de Petrobras, absolutamente tudo pode acontecer. Mas já tem analista dizendo que o valor justo das ações da estatal é zero.

 

Vê se pode…

Tem gente que continua dizendo que é um bom momento para investir em imóveis (na baixa). De fato, existem oportunidades muito boas por aí. Mas com a renda e o crédito em queda, desemprego e juros em alta, e, o que é pior, nenhuma perspectiva de melhora no curto prazo, a tendência é de piorar ainda mais para o investimento em imóveis. No gráfico abaixo, dá para ver o comportamento do preço do m² no Rio desde 2008. Em 2010, os ditos “especialistas” alertavam para uma bolha. Agora dizem que é uma boa oportunidade para comprar. Bem… acho que os números falam por eles mesmos. [atenção: os comentários nas setas não são meus. Não mesmo!]

-

 

O funcionário de estimação da presidente

O presidente do BACEN, Alexandre Tombini alterou a decisão do COPOM em Janeiro (iriam aumentar os juros e desistiram na última hora) por interferência direta da presidente Dilma. Sem dúvidas quanto a isso. A incompetência da presidente se soma à submissão do que deveria ser o nome mais importante da política monetária brasileira. Resultado: a previsão de inflação não para de aumentar. A meta de inflação está caindo em desconfiança total. Já vimos este filme.

 

Melhor investimento no curto prazo: Fundo DI

Os grandes bancos comerciais reduziram o percentual médio do CDI para CDBs de liquidez diária. Até outro dia era comum encontrar estes produtos rendendo 90% do CDI, mas hoje, 80% já é sorte. Com isto, e, principalmente, o fato dos juros estarem muito elevados, os fundos DI passam a ser uma alternativa melhor do que os CDBs. Fico devendo uma explicação mais detalhada em um artigo só sobre o assunto.

 

A todos, um grande abraço!!

Mail Box 3

Anúncios