Por que aquele seu amigo continua defendendo o PT? 

 

 1 – Ele tem medo de um novo golpe militar

HC0.4
Castro e a ditadura militar cubana.

Convenhamos, se vc achasse possível um novo golpe, seguido por uma ditadura militar, provavelmente tb seria contra o impeachment, certo? A diferença é de cálculo da realidade, não e necessariamente de valores neste ponto. Ele vê semelhanças entre o momento atual e 1964 em que a população civil apoiou em massa os militares contra a esquerda brasileira, o que se seguiu a 20 anos de uma ditadura sangrenta.

O receio é tão grande de escrever seu nome na história como alguém que apoiou uma nova ditadura, que prefere deixar tudo como está. Mesmo não havendo nenhum envolvimento das forças armadas no processo até o momento e nenhum indício de que venha a haver.

Alias, o próprio golpe de 64, já inviabilizaria qq participação atual. Ao contrário dos anos 60, os militares hj não possuem qq relevância política. Na época eram vistos como os guardiões do Estado – imagem derretida pelos 20 anos de ditadura.

O mais curioso é este medo ser usado na defesa do PT e não no impeachment de Collor, por exemplo, em que não houve nenhum golpe militar. As palavras de ordem (?) entoadas pelos defensores do PT “não vai ter golpe” são propositalmente repetidas várias vezes de forma a remeter sempre à ideia de que a única opção ao PT seria um golpe como em 64. É o marketing eficaz do PT de Duda Mendonça e João Santana.

Tudo isto é reforçado exponencialmente por aquele coleguinha exaltado que apoia de fato uma nova ditadura militar. Algo surreal no mundo real, mas vivo no imaginário coletivo.

Vale apenas lembrar que em 64, foi exatamente o medo de uma possível ditadura da esquerda – fruto desse imaginário coletivo da população que receava que o Brasil seguisse o caminho da URSS, China, entre outras ditaduras – que fez a população apoiar uma ditadura da direita. Erro histórico lastimável.

A maior ameaça hj, embora ainda improvável ao meu ver, é de que o medo de uma nova ditadura da direita nos leve a uma de esquerda. Neste ponto, seu colega petista pode estar, sem querer, mto mais próximo do que ele combate – e sem perceber.

E no fim, petista em geral tem horror a ditaduras… de direita, porque são capazes de sentar ao seu lado e gastar horas falando das maravilhas do regime cubano.

 

 

 2 – Ele entende que o fato de Dilma ter ganho as eleições em 2014 a garante legitimidade democrática de permanecer até 2018.

HC0.3

A principio sim, mas como já batido diversas vezes, impeachment está previsto na nossa Constituição. Collor foi eleito pela maioria também e sua queda não foi golpe. Aliás o próprio PT apoiou impeachments de Collor e FHC.

O amigo petista resume sua definição de democracia como voto direto. Esquece que a ideia de República democrática ganhou força mundial com base em ideais iluministas que culminaram com a revolução francesa no final do séc. XVIII que derrubou o Absolutismo francês e se espalhou pelo mundo.

Entre as principais características da democracia estão a divisão e autonomia entre os 3 poderes – executivo, judiciário e legislativo – e a liberdade de imprensa. Estes são os pilares de qualquer democracia.

E o amigo petista (claro que não são todos) que diz defender a democracia mas vai a público criticar o judiciário, o Congresso, a rede Globo, a Veja etc? Ok, critique. Mas tenha em mente a importância destas instituições numa democracia. Entenda que democracia é respeitar o direito de expressão mesmo quando ele está em desacordo com as suas crenças. Entenda melhor o conceito de republica – algo pobre em Cuba, Venezuela, Equador… – muito mais rico no Brasil atual embora ainda longe do ideal.

 

 

3 – Ele acredita que todos os partidos são corruptos mas que há uma perseguição seletiva ao PT

PF DEFLAGRA S…TIMA FASE DA OPERA«√O LAVA JATO.

A Lava Jato é uma investigação que descobriu uma rede de corrupção sem precedentes na Petrobras. Vamos lá, a Petrobras é uma estatal. Seus cargos mais altos são indicados pelo governo. Há 13 anos o PT está no governo. E o seu amigo petista quer que o pessoal do PSDB seja preso antes ???? Como assim?

As delações até o momento levaram a políticos de diversos partidos, mas por motivos óbvios, com mto mais força ao PT, que é o partido que tem tido maior força na estatal já que é governo. A investigação é ampla e leva a períodos anteriores à administração petista. Mas, o que se sabe até o momento é que nos últimos 13 anos a corrupção foi generalizada e sem precedentes, se tornando o que pode ser o maior escândalo de corrupção no mundo democrático na história.

O que me pergunto é se os “defensores da lei para todos” iriam para a rua protestar se Cunha fosse preso antes de políticos petistas. Diriam que há perseguição? Que há seletividade? Por que prender um cara do PMDB antes dos envolvidos do PT?

É que a seletividade que eles combatem parece vir apenas deles. Não há passeatas a favor de Aécio, Cunha etc… mas há a favor do PT. Ou será que esperam que sejam presos “todos juntos, ao mesmo tempo… para não dar briga” igual criança? Mundo real uns vão antes e seletividade é achar que os corruptos do PT tem alguma divindade que só podem ser pegos depois que todos os corruptos do mundo forem pegos antes.
  4 – Ele acha que no fundo quem é contra o PT é contra os pobres

HC0.1

“Ninguém vem ao reino dos pobres se não por mim”. Qualquer semelhança entre o petismo e o fanatismo religioso pode não ser mera coincidência num mundo em que, para alguns, o PT parece deter o monopólio da justiça social.

Isto parece ser mais forte nos mais jovens que praticamente não conheceram nenhum governo anterior. Na cabeça deles é como se houvesse um corte na história do Brasil em que logo depois da escravidão negra no país viesse o governo do PT para alterar todas as injustiças históricas do país. Como se Vargas não tivesse criado direitos trabalhistas, a Constituição de 88 não tivesse previsto saúde e educação universais, se o Plano Real não tivesse dado estabilidade econômica ao assalariado…

A melhoria na qualidade de vida dos cidadãos – todos mas em especial dos mais pobres – é uma evolução natural de qualquer sociedade democrática. Sempre foi assim. De forma que uma família pobre hoje possui em termos absolutos, uma condição de vida superior a uma família rica de 500 anos atrás.

É importante notar que a tecnologia cumpre um papel fundamental neste aspecto. As possibilidades de consumo aumentam como fruto do aumento da produtividade global, que barateia custos através do conhecimento, dos avanços tecnológicos e da economia de escala, tornando o consumo cada vez mais possível.

Não é apenas no Brasil que hj o pobre tem celular. Pobres americanos, europeus, latino americanos, asiáticos… tb tem. Tv, carros, eletrodomésticos entre outros se popularizam no mundo todo.

Na geladeira lá de casa tem muitas coisas que não havia na casa dos meus pais quando eu era criança. Mas isto não é uma particularidade minha. Cresci ouvindo deles que frango era só em dia de festa na casa deles quando crianças… e por aí vai. Trata-se de um avanço global mas aclamado pelo PT por ser obra sua. Não que o partido não tenha participação nenhuma nisso. Pelo contrário, o aumento real nos salários e os programas sociais tiveram um papel importante neste processo nos últimos anos. Como costumo dizer, não há bom surfista em mar flat e o mar em que surfou o governo petista foi mto propenso a este aumento na qualidade de vida dos mais pobres.

A partir do final dos anos 90, a China passou a crescer de forma mais intensa baseada em foco intenso no aumento da oferta. Se por um lado a oferta chinesa gerou uma competição feroz à industrialização de diversos países do mundo (incluso o Brasil), por outro seu produtos baratos possibilitaram a popularização de diversos itens antes restritos à elite. Como disse, este é um movimento histórico econômico natural. O boom chinês apenas intensificou o processo.

Portanto, o PT não inventou a melhoria da vida dos mais pobres, como propagam por aí e o movimento recente no Brasil não é um fator isolado no mundo mas conseqüência tbm de um contexto global.
 5 – Segundo seu amigo, a mídia tem relacionado o impeachment à corrupção mas o processo trata das pedaladas fiscais

HC0

Eu desafio qualquer um a apontar uma matéria da mídia séria dizendo que o processo de impeachment que no momento está na Câmara se deve às investigações da Lava-Jato. Em primeiro lugar, são assuntos diferentes. Em segundo, o processo de impeachment que está sendo votado na Câmara diz respeito mesmo apenas às pedaladas, mas existem outros pedidos de impeachment que estão relacionados ao uso de dinheiro da Lava-Jato em campanha – o que derrubaria não só Dilma mas também Temer. Ou seja, existe sim pedido relacionado à Lava-Jato, apenas não é este que está em andamento na Câmara.

Diga-se de passagem, uma operação como a Lava-Jato e o impeachment de um presidente são assuntos importantes e que precisam de cobertura da mídia. Como ocorrem simultaneamente, a confusão pode ser do seu amigo, não da mídia… afinal, eu provavelmente assisto à mesma mídia que ele.
 6 – Para o seu amigo, lutar pelo impeachment ao lado do Eduardo Cunha é ser cúmplice dele

Este assunto é quase antropológico e mereceria um estudo completo sobre as características sociais do povo brasileiro. Passa pela personificação das ideias. Emoção acima da razão. Isto é enraizado… é cultural.

Se eu roubo ou um amigo ou familiar comete um ato de corrupção, arrumamos logo uma justificativa “os impostos são mto altos, o preço da inteira é um absurdo, o original é um assalto, tive que colar, tá td mundo furando fila, fazendo isso, aquilo…” Quando são desconhecidos que cometem os atos de corrupção, vamos às ruas protestar.

Para o brasileiro, importa mais quem está cometendo o ato do que o próprio ato. É aí que se entende porque choca uma imagem num cartaz de homem dizendo que “Cunha é corrupto mas está do nosso lado!” ao mesmo tempo em que tratamos com mais naturalidade milhares de pessoas nas ruas em defesa do Lula (fazendo o exatamente o mesmo que o rapaz do cartaz “Lula pode ser corrupto mas está do nosso lado”).

Claro, Lula é um líder reconhecido mundialmente, com uma puta história de vida… tem carisma, conta com apoio popular. Cunha não tem nada disso. O que importa é QUEM quando o que deveria importar era O QUE.

Daí, esta personificação atrapalha o que deveria ser a maior institucionalização do processo. Não é o “Cunha x Lula, de qual lado vc está?”! Não estou do lado de nenhum deles mas do lado da lei. Então, se Cunha errou deve pagar por isso conforme a lei. Mas se Lula errou, idem. Se o papa Francisco errar, idem. O foco deve estar na ação e não no indivíduo que o cometeu.

É impossível dividir uma sociedade entre mocinhos e bandidos. Cada um de nós cometemos erros e acertos e devemos ser recompensados pelos nossos acertos tanto quanto pagarmos pelos nossos erros. Não há homens inteiramente maus nem inteiramente bons. Há quem erre e acerte mais e menos.

Devemos é fazer um esforço maior para racionalizar o processo. Afinal de contas, política não é jogo de futebol.
A todos, um grande abraço!!

 

Mail Box 3

Anúncios