Agropecuária

Confirmado!

Após 8 trimestres de queda, o PIB brasileiro cresceu 1%. Com isso, o país saiu da pior recessão da sua história.

O setor Agropecuário foi o grande destaque.

 

Ainda é cedo

É para comemorar, mas vale lembrar que apesar disso, este crescimento modesto de 1% é sobre uma base de comparação muito fraca. A recuperação está no trilho mas ainda é frágil e incerta.

 

Boa nova!

Segundo o Valor, o Conselho Monetário Nacional (CMN) vai, na reunião do dia 29, reduzir a meta para a inflação de 2019 para 4,25%. De acordo com a Bloomberg, Temer quer 4%.

Mesmo que a queda seja apenas de 0,25%, já é uma excelente decisão em termos de rumo. Se cair 0,5% será extraordinário. Há anos que o processo de desinflação do país está parado.


“Milagre” australiano

O crescimento do PIB australiano divulgado este mês fez o país entrar na história como a economia há mais tempo sem recessão – igualando o recorde que era da Holanda. São 103 trimestres livres de recessão.


Mas nem tudo são flores

Apesar disto, o país está atento. Os gastos das famílias diminuíram, de modo que o crescimento deverá reduzir ou mesmo ser negativo, pela segunda vez em três trimestres.

Dois encolhimentos de PIB consecutivos, que marcariam uma recessão, não são prováveis, mas tb não são impossíveis. O baixo preço das Commodities continua atrapalhando o país.

Até então, eles tem conseguido lidar bem com isto…


Ásia surreal

No ranking das cidades mais caras do mundo, divulgado pela Bloomberg, Cingapura e Hong Kong foram a primeira e a segunda respectivamente. 

Além delas, outras 3 cidades asiáticas estão entre as top 10. Ou seja, metade da lista vem da Ásia. 

Cidades mais caras

Outra coisa que chama atenção é a ausência de Londres, antiga habitué neste tipo de ranking. É provável que esta ausência se deva a uma libra mais fraca, após o BREXIT. 


Queda no preço dos imóveis

No mês passado, o preço dos imóveis no Brasil teve a maior queda mensal em 5 anos, segundo o FipeZap: -0,16%. No Rio, a queda foi bem mais alta: – 0,48%.

Nos últimos 12 meses, o valor do m² subiu apenas 0,46% no país. Como comparação, a inflação foi de 3,75% no mesmo período.

 

Seus investimentos

Com a queda da inflação e dos juros, o mercado de ações passa a ser a melhor alternativa para um cenário de recuperação da economia. Imóveis continuam no amarelo, apesar de ficarem cada dia mais interessantes.

 

A todos, um grande abraço!!

Clique aqui e cadastre-se para receber os e-mails do Henriquecer.com. Te enviarei apenas um e-mail por semana para te manter atualizado sobre os temas Economia e Finanças Pessoais.

Anúncios