BlaBlaCar 1

“Simplesmente, do ponto de vista econômico, o melhor negócio do mundo, para o mundo e para todo mundo !” 

Assim eu definiria em uma frase esta empresa: o BlaBlaCar, que montou a maior rede de caronas pagas do mundo.

Fundada na França em 2004, a empresa chegou ao Brasil há pouco mais de um ano e meio. No mundo, está presente em 22 países, com mais de 35 milhões de membros cadastrados e só tem a crescer. 

Ele promete ser um forte golpe num dos maiores problemas da atualidade, o trânsito das grandes cidades.

Como Funciona

Através do aplicativo BlaBlaCar do seu smartphone, você propõe o trajeto que irá percorrer com seu carro, seja ele ao seu trabalho, ou uma viagem a lazer no fim de semana… faça uma breve descrição do trajeto e fixe um preço (o aplicativo te dará um valor sugerido).

Pronto! A partir daí, viajantes que estejam procurando os melhores meios para chegar ao mesmo destino que você irão avaliar a possibilidade de contratar sua carona.

Se aceitarem, o valor a ser pago será automaticamente debitado do cartão de crédito deles no momento da reserva garantindo assim seu recebimento, caso a viagem de fato ocorra.  

No fim da viagem, as caronas avaliam seus condutores com notas e comentários.

No fim todos ganham: os condutores, que já fariam o trajeto, conseguem reduzir os custos da viagem ou até mesmo ganhar algum lucro, os caronas têm à sua disposição mais uma opção de transporte, em geral mais barata e confortável e talvez até customizada (é possível oferecer deixar na porta de casa ou do trabalho) e a sociedade como um todo ganha com menos carros circulando nas ruas gerando menos trânsito e menos poluição. Sustentável em todos os sentidos.

BlaBlaCar - Canada
Placa no Canadá estimula motoristas a darem carona.

Trânsito gera perdas

Em 2013, a estimativa de perda de produtividade com os congestionamentos nas regiões metropolitanas de Rio e São Paulo foi de R$ 98 bilhões segundo estudo realizado pela Firjan. Este valor corresponde a 2% do PIB de todo o Brasil. As 2 cidades, aliás, tem estado frequentemente na lista das 10 cidades mais engarrafadas do mundo. 

Relações com o Uber

Assim como o Uber, o BlaBlaCar faz parte da crescente Indústria do Compartilhamento.

Mas enquanto o Uber é um serviço em que se aproveita o tempo livre e um ativo próprio, o carro, para prestar um serviço, o BlaBlaCar é um exemplo ainda mais bem acabado deste tipo de economia. É o todo que se compartilha, do início ao fim com uma separação ainda menor que o Uber entre quem oferece e quem recebe o serviço. Qualquer um pode ser prestador e consumidor ao mesmo tempo, inclusive num mesmo dia. 

Vai funcionar no Brasil?

Por que não? Se Uber e Airbnb funcionam… O receio do novo é normal, principalmente num país como o Brasil. Problemas sempre ocorrem, é verdade… mas lembre-se que até outro dia, tínhamos medo de digitar o nosso número de cartão de crédito na internet.

O futuro nos surpreende.

Melhor utilização dos recursos

Reconhecer carros vazios como a raiz do problema é um grande passo. Na Califórnia, por exemplo, existem faixas exclusivas e expressas para automóveis que circulem com mais de uma pessoa à bordo. É um caminho. 

Mas ao buscar encher ao máximo os carros com passageiros que vão ao mesmo tempo ao mesmo lugar, o BlaBlaCar torna qualquer veículo em uma espécie de “transporte público”, sem a necessidade de qualquer investimentos por parte do Estado.

BlaBlaCar
Área de carona na Europa: à disposição de usuários do Bla Bla Car, estacionamentos e pontos de encontro. Estes pontos facilitam mas não são extremamente necessários, qualquer estacionamento de mercado ou shopping, posto de gasolina ou outro local público pode funcionar como ponto de encontro.

Uma solução

A solução para o trânsito nas cidades não é apenas uma, é claro. Uma combinação entre os diferentes meios parece ser o mais eficaz. O problema é a concorrência pelos recursos financeiros, especialmente num período de crise no país.

E é justamente neste contexto, que dentre projetos de ônibus/trens chineses ultra-modernos que circulam por cima de automóveis na rua, trens balas, monorails etc, surge uma solução simples, efetiva e sem custo… bem debaixo do nosso nariz.

As vezes só o que a gente precisa é de um pouco de perspicácia.

A todos, um grande abraço

* Não recebo nenhum incentivo de qualquer espécie da empresa BlaBlaCar. Sou um mero utilizador e entusiasta do serviço. Deixo aqui o Link para quem se interessar: https://www.blablacar.com.br/ 

Clique aqui e cadastre-se para receber os e-mails do Henriquecer.com. Te enviarei apenas um e-mail por semana para te manter atualizado sobre os temas Economia e Finanças Pessoais.

 

Anúncios