Planejamento Financeiro 2018

Eu estou disponibilizando uma versão da Planilha Financeira em Excel que uso para meu controle pessoal no MyDrive do Google:

https://drive.google.com/file/d/1iWm35bChsxjMnqh9-aC98DpnkKjTe7GB/view?usp=sharinghttps://drive.google.com/file/d/1k6XNoMPviUDEbQg7BppCiyQ3hIDiH8sP/view?usp=sharing

Para quem não está familiarizado ao Google Drive, para baixar a planilha no seu computador basta clicar na setinha para baixo que esta no canto superior direito da tela logo depois de clicar no link acima.  

Algumas dicas sobre como usar a planilha:

1) Faça sempre um Orçamento prevendo seus gastos para o ano. Um planilha sem orçamento é um barco a deriva. Você controla o realizado, mas não há nada planejado. Decida onde você quer chegar e planeje, ou seja, orce!

2) Separe na planilha o destino da sua renda entre gastos e poupança. Gastos Correntes são todas as despesas que ocorrem todos os meses. O restante poupe.

3) Separe sua poupança segundo os motivos que te levam a poupar. Os mais comuns são a) para encarar despesas num futuro próximo (Provisões para o Curto Prazo), b) criar uma reserva de segurança para emergências, c) contribuir para sua própria aposentadoria e d) Gerar um patrimônio que lhe permita aumentar o seu patamar de vida.

4) Atualize seu orçamento trimestralmente. Por isso as planilhas são dividas em estações do ano. 

5) Já as receitas e despesas reais devem ser atualizadas pelo menos 1 vez por mês.

6) Nas planilhas de controle do gastos mensais (com nome das estações do ano) você deve completar com sua receita, seus gastos (em gastos correntes) e o que irá poupar para o curto prazo e investir para o longo prazo. Em Provisões não coloque o seu gasto com aquele motivo e sim sua poupança.

7) Um bom Controle Financeiro é aquele em que há um equilíbrio entre o “agora”, o futuro próximo e o longo prazo. Por isto a importância em gerir separadamente cada um entre os “Gastos Correntes”, as “Provisões para o Curto Prazo” e os “Investimentos”, que são para o longo prazo.

8) Lembrando: Os gastos no cartão de crédito não devem ser classificados numa conta chamada “Cartão de Crédito”. O cartão é um meio de pagamento, não uma despesa. Se quiser criar uma conta assim, coloque apenas o valor da anuidade do cartão e nada mais. De resto, não faz a menor diferença se você comprou um laptop no cartão ou em cash. O gasto é com o laptop e não com o cartão!!! Isso é algo que incrivelmente, muita gente erra! 

9) Por falar em cash, saque toda semana um valor para deixar na sua carteira e consumir com lazer e pequenos gastos do dia. Estabeleça um montante fixo, como se fosse uma mesada. Quando acabar a sua mesada naquela semana, acabou. Assim você irá transformar em despesa fixa e previsível aquilo que muita gente insiste em tratar como variável. Bem, é variável só para os descontrolados, não pra você!

Um excelente 2019 para você!

Abraços!

Riko Assumpção

Banner HQ - E se voce nao morrer amanha

 

Leia também:

Como eu pedi demissão, mudei de país e escrevi o melhor livro sobre Finanças Pessoais do mundo

Casamento

 

Anúncios