Banner

Resultado de imagem para Kindle reading in the subway

Aqui vão 3 conselhos simples e diretos :

  1. Leia.
  2. Leia livros em inglês ou em outra língua estrangeira.
  3. Leia livros digitais.

Sobre a dica número 2: se não sabe falar inglês, pode trocá-la por ‘aprenda inglês’. Inglês é a língua global e é cada vez mais importante saber falar. E saber falar bem.

Inglês é a língua global e é cada vez mais importante saber falar. E saber falar bem.

Se você fala ainda uma 2a ou 3a língua estrangeira, leia nelas também.

Por que? Porque ler é um exercício de auto-desenvolvimento, de conhecimento, de construção de uma pessoa melhor amanhã do que a que você é hoje.

Lendo, você é exposto a pensamentos diferentes dos seus, pensamentos construídos e explicados de uma forma lógica e racional.

Ler transforma.

É muito melhor e útil que ficar no What’s App, Facebook ou Instagram… não que estes não tenham sua função… claro que têm. Mas é legal selecionar o momento certo para as redes sociais no sua dia-a-dia.

Mas é legal selecionar o momento certo para as redes sociais no sua dia-a-dia.

Eu, por exemplo, não toco no celular durante o horário de trabalho… logo de 9h às 19:30h, nem adianta esperar uma resposta.

De manhã, vou para o trabalho lendo no metrô.

Não apenas eu… no metrô parisiense estão todos lendo o tempo inteiro… e como moro a entre 1h e 1:30h do meu trabalho, é como se todos os dias eu tivesse aulas de manhã.

Na volta para a casa passo uma parte lendo livros e outra entre as redes sociais e notícias.

DEFINA O MOMENTO DO SEU DIA PARA AS REDES SOCIAIS E O DE LEITURA.

E O MAIS IMPORTANTE: CUMPRA!

Ler é um hábito! Se ainda não têm, crie…

A dica número 3 é sobre livros digitais. Algumas pessoas adoram e outras tem restrição. Posso dizer? Já tive preconceito enorme contra livros digitais… mas putz, é a melhor coisa do mundo.

Posso dizer? Já tive preconceito enorme contra livros digitais… mas putz, é a melhor coisa do mundo.

Desde que quebrei esse preconceito há alguns anos, o número médio de livros que passei a ler disparou… isso porque, além do Kindle, que tem a leitura facilitada pelo peso, cor da tela, possibilidade de marcar, anotar e voltar para onde você quiser com facilidade, há também o aplicativo Kindle para o celular… ou seja, não há mais tempo perdido e nem desculpas para ficar horas perdendo tempo defendendo ou ofendendo os Bolsonaros ou os PTs da vida nas redes socais… um tempo perdido.

Tente! Tente se tiver a cabeça aberta e com a vontade de ler mais, aproveitar de forma mais útil o seu tempo.

Assim, não há tempo perdido, o tempo no metrô, uma fila no banco ou no dentista são oportunidades de aprendizado e desenvolvimento pessoal….

Qual o custo? Cara, o livro é a melhor ferramenta de aprendizado que existe.

A gente paga caro para caramba para fazer uma Universidade… depois Pós, etc… para aprender coisas que estão escritas…. em livros!

Estudar é caro não apenas pela mensalidade… mesmo o ensino gratuito não é tão gratuito assim… se você for computar o quanto em termos de tempo você gasta para ter aulas passivas.

O livro é um conhecimento ativo. Você faz uma auto-avaliação e vê em que pontos quer melhorar, podem ser técnicos, comportamentais, sociais, familiares, religiosos, etc. 

Entenda, nesse meu artigo não estou e nem vou falar de livros de romances e ficção. São livros não ficção.

Não é nada contra livros de ficção. Mas é que eles se encaixam mais na categoria lazer do que na de auto desenvolvimento, ou como prefiro chamar “desenvolvimento ativo”.

Um brasileiro pode achar caro pagar R$100 ou R$150 num livro… não é.

Se você acha cara a educação, experimente a ignorância. (Derek, Bok)

Se não quer tentar mais ou já tentou ou por qualquer motivo não gosta de livros digitais… uma pena. Até porque uma das vantagens é que geralmente são ainda um pouco mais baratos… nem sempre, mas geralmente.

Eu compro mesmo que sejam um pouco mais caros que a versão impressa.

Livros impressos, hoje, só se forem muito mais baratos ou se não existirem na versão digital, claro.

Mas eu respeito quem pense diferente. Para quem não se encaixa nos conselhos 2 e 3, ok… Mas releia o conselho 1: Leia!

Decidi que vou entrar com tudo nesse projeto de estimular o brasileiro a ler mais!

Vamos nos desenvolver juntos!

Ao infinito e além!

Abraços!

Banner

 

Anúncios