O poder do foco

Quando eu primeiro cheguei na minha area foi um choque. A menina que trabalhava comigo não saia antes das 22h nenhum dia. A estagiaria trabalhava todo fim de semana.

Meu chefe, um ex-GE, que acreditava piamente que trabalho duro era sinônimo de produtividade.

E eu, que achava tudo aquilo ali uma enorme besteira. Me dava até nervoso aquilo porque além de tudo os resultados da area eram pifios. Tanto que meu chefe foi demitido alguns meses depois.

Não é que eu não fique depois do horario (ou sobretudo hoje em dia, eu costumo principalmente chegar antes do horario), mas é que eu faço de tudo para evitar ficar ao menos muito tempo a mais no trabalho.

Por uma questão até mais de disciplina. Saber que eu tenho que sair no maximo as 19h, é uma boa maneira de se obrigar a dar o maximo de si durante as horas trabalhadas. Foco, foco, foco.

Com toda essa discussão sobre produtividade, é bom lembrar o seu conceito basico.

A produtividade de uma pessoa é medida pelo o valor do que ela é capaz de produzir num determinado espaço de tempo.”

Quanto menos tempo você levar para produzir, mais produtivo você é. Então, se engana e se engana brabo quem acha que produzir durante longas horas seja sinônimo de produtividade porque num é nem que esteja simplesmente errado, é que é exatamente o contrario!

Além disso, o valor do que você produz é fundamental! Não é a quantidade de produção, mas a importância do resultado final que conta.

Em outras palavras, não é fazer mais, e sim fazer o que é verdadeiramente essencial.

Como nohs temos todos uma restrição natural de tempo, energia e foco (e pq não citar também a limitação de recursos fisicos e intelectuais), é bom a gente selecionar bem o que a gente tem para fazer.

Mas a ironia é que quanto mais ocupado você se mantiver, menos você vai achar que tem tempo para organizar suas prioridades corretamente. Mais você tende a agir de impulso tentando resolver e entregar tudo e qualquer coisa, desperdiçando o mesmo nivel de energia e atenção a coisas banais quanto às atividades fundamentais.

Não é que – por seguir esse caminho – você seja incapaz de entregar algo de valor. Não é isso. E na verdade essa é justamente a pegadinha do jogo porque você incoscientemente associa ao sucesso todo o esforço colocado ali, sem se tocar que muito provavelmente o resultado final poderia ter sido atingido com muito menos energia e em bem menos tempo.

E as entregas são realizadas a um custo alto: de muito estresse, que impacta inclusive a vida pessoal.

E o resultado mais visivel: você sente que não tem tempo para nada, tem quem se sinta injustiçado no trabalho pela quantidade de esforço que entrega sem a devida recompensa.

Soh que recompensa não é relacionada a esforço, mas ao resultado.

A maior parte das pessoas incompetentes que eu conheci na minha vida profissional eram pessoas que trabalhavam diversas horas. As mais eficazes buscavam entrar no horario e sair no horario.

E eu entendo que por um lado, trabalhar diversas horas possa ser para algumas pessoas uma maneira de compensar a deficiência que eles entendem ter com mais esforço. Ok, eu entendo e não acho que esteja errado até aih.

Tem outras que trabalham muito por amor ao que fazem, por excesso de motivação para entregar algo melhor. Tudo isso é diferente, não se encaixa exatamente no que eu estou dizendo aqui.

O problema é a falta de organização, de prioridade, de foco.

Resultados extraordinários são determinados diretamente por quão estreito você pode tornar seu foco … quando você se divide em diversas coisas, você acaba se disperçando. Ja era.

Eu procuro nunca pensar que tenho muita coisa para fazer. Na minha cabeça, eu priorizo o que devo entregar e para mim, eu tenho apenas uma coisa para fazer. Depois, eu passo para 1 outra, depois uma outra.

De forma que ao invés de ter diversas coisas para fazer ao mesmo tempo, eu tenho diversas “1 coisa”s para fazer a cada espaço de tempo. Quando você prioriza e foca, as coisas se tornam mais claras.

E se estressar e se sentir sobrecarregado drena completemente sua energia. Você gasta mais energia se estressando por ter varias coisas para entregar do que se concentrando de fato na entrega.

E isso que eu estou descrevendo aqui é um relato em detalhes do que era a tal area que encontrei quando eu cheguei. Gente estressada correndo de um lado para o outro, se mantendo sempre ocupado com tarefas inacabadas e absolutamente sem foco.

O caminho para entregar mais é por meio de reduzir a menos, bem menos. Muita atividade geralmente está relacionada indiretamente à produtividade. Estar sempre ocupado é um obstaculo para a criação de valor de verdade.

A gente acredita que pessoas de sucesso não tem tempo disponivel porque eles estão sempre ocupados, mas na verdade eles não tem tempo disponivel é para qualquer besteira. Eh pq são seletivos no uso da energia e do tempo disponivel que são pessoas de sucesso.

Porque existe uma hierarquia de importância em tudo.

Saber entender o valor real de cada coisa é uma qualidade rara e essencial. Porque as coisas não importam igualmente. Cada atividade, cada entrega gera resultados com pesos bem diferentes. O sucesso é encontrado ao fazer o que é mais importante. E focar nisso.

Multitarefa é uma mentira … É uma maneira eficaz de fazer menos. O sucesso é fazer a coisa certa e não fazer tudo certo.

Então todo dia de manhã antes de ir para o trabalho ou aos sabados que dedico ao blog, ao podcast e aos livros, eu me pergunto: Qual é a ÚNICA Coisa dentre todas que eu tenho para fazer no meu dia que, se feita corretamente, transformara todo o resto das atividades ou mais fácil ou mesmo desnecessária?

Essa pergunta, que é do Gary Keller, me segue todos os dias ao ponto de eu querer pendura-la em forma de quadro na parede do meu quarto.

As coisas não têm o mesmo nivel de importância e se perguntar qual delas é desproporcionalmente mais impactante que as demais, é uma boa maneira de estar sempre realizando o que importa.

Que pratos caiam ao seu lado – mas que as taças de cristais permaneçam sempre intactas e bem polidas.

A ideia é começar meu dia com essa UNICA COISA, a mais importante, a que – se realizada – transformara meu dia num dia de sucesso. Dah para ganhar o dia cedo, o objetivo é até no maximo a hora do almoço. Então, até que minha ÚNICA Coisa seja feita – todo o resto é uma distração.

Ora, porque se resultados desproporcionais vêm de uma unica atividade, então você deve dar a essa atividade um foco desproporcional.

De novo, não é a quantidade que importa. Eh o impacto final.

As pessoas que alcançam resultados extraordinários não os alcançam trabalhando mais horas … Elas os alcançam realizando mais nas horas que trabalham.

E quando você se compromete e diz um sonoro SIM a essa unica coisa, você esta automaticamente dizendo tbm um NAO tão sonoro quanto para todo o resto. Saber a oq dizer “não” é um sinal de que vc sabe priorizar.

Eh fundamental. Porque como diria Peter Drucker “Nada pode ser pior e mais improdutivo do que ser muito eficiente em algo que não deveria nem ser feito.”

A todos, um grande abraço,

Riko Assumpção

_____

Henriquecer: Podcast do Riko Assumpção 

ANCHOR
APPLE PODCAST
GOOGLE PODCAST
SPOTIFY

Conheça meus livros: https://henriquecer.com/livros-do-riko-assumpcao/

Saiba mais sobre mim: https://henriquecer.com/about/

Acesse a Planilha de Planejamento Financeiro aqui: https://henriquecer.com/planilha-financeira-no-excel/

Henriquecer.com