1. Faça um inventário de onde você está financeiramente hoje. Anote seus gastos médios mensais e sua receita média mensal. Liste tambem suas dívidas e seus ativos. O primeiro passo é sempre saber onde você está.
  2. Defina seus objetivos financeiros. Finanças não é uma ciência exata, mas uma forma de contar uma história de uma forma lógica e racional. Organizar suas finanças é uma forma de organizar a sua própria vida. Seus objetivos financeiros devem estar alinhados com seus objetivos pessoais: festa de casamento, lua de mel, viagens, trocar de carro, ter filhos ou mudar de pais. Tudo fica mais fácil de conquistar quando bem planejado.
  3. Faça um plano para atingir seus objetivos. Esse será o seu mapa. Reflita no que você precisa fazer para chegar onde você quer chegar. Divida esse plano em menores etapas e traduza o plano em um orçamento mensal.
  4. Desafie-se a poupar. Não descanse até encontrar uma forma de poupar todo mês. Seu orçamento tem que ficar no azul. Seja duro com si mesmo, mas realista e cumpra! Em muitos casos não é fácil, mas também ninguém disse que seria.
  5. Junte ao menos R$1 mil ou equivalente no menor tempo possível. Esses R$ 1 mil reais serão um primeiro passo para o que será sua futura Reserva de Segurança. Essa reserva é para ser usada para pequenos imprevistos que podem acontecer. Deixe-a numa caderneta de poupança mesmo. Você não ficara rico com isso, eu sei, mas até aqui esse não é o objetivo.
  6. Elimine as suas dívidas . Crie uma lista de suas dívidas e vá eliminando uma a uma. Escolha uma ordem: ou da de menor valor para a de maior valor, ou a da mais cara (juros % mais altos) para a mais barata. As 2 exceções são os financiamentos imobiliário e estudantil. Estes você pode manter porque geralmente,tem juros subsidiados e abaixo do mercado. Das demais dívidas, vá com tudo riscando uma a uma. Mas o mais importante é: não contraia novas dívidas. “Quando você se encontra no meio de um buraco, a primeira coisa a fazer é parar de cavar.”
  7. Se prepare com antecedência para os seus gastos não mensais. Carros quebram, pneus furam, IPTU e IPVA se tem que pagar todo o ano, assim como o seguro do carro – sem contar que as vezes a gente acaba recebendo uma multa pelo correio. Material escolar das crianças tem todo ano. No inverno, geralmente alguém da familia acaba pegando uma gripe. Guarda roupas precisam ser renovados. Celular se perde. Geladeira e microondas quebram. Todas essas coisas acontecem na vida de todos nós e ainda assim muitos ainda as tratam como imprevistos. Prepare para eles e não precisará se referir a eles desta forma nunca mais. Separe um valor por mês para fazer face a eles e evite surpresas desagradáveis.
  8. Junte uma reserva de segurança de no mínimo 3 meses de gastos médios mensais. Uma vez que tenha juntado aqueles R$ 1 mil iniciais, pago todas as suas dívidas e se preparado para gastos não mensais, comece a juntar para formar uma reserva de segurança equivalente a 3 meses de gastos médios mensais. Aplique em investimentos com liquidez e baixo risco: pode ser até mesmo a Caderneta de Poupança, CDB de grandes bancos ou Tesouro Selic.
  9. Comece a construir um fundo para a sua aposentadoria. O montante pode variar bastante dependendo da sua renda ou idade. De uma maneira simples e pouco exata mas para dar uma boa ideia: se você começar aos 25 anos, poupe o equivalente a 8% de sua receita. Se começar do zero aos 35, guarde 12%. Aos 45, poupe 20%. Nunca é tarde demais para começar, mas o desafio aumenta a cada dia que passa, e o INSS – ou equivalente em qualquer outro país do mundo – não vai manter seu padrão de vida quando você se aposentar. No Brasil, compre Tesouro IPCA+ com vencimentos longos.
  10. Volte algumas casas se for preciso. Se o que você poupa é insuficiente para investir para aposentadoria e em paralelo criar uma reserva de segurança maior, talvez seja preciso repensar sua vida financeira: corte gastos superfluos, revise as despesas correntes ou até pense em se mudar. Numa situação mais drástica, venda seu carro e dependendo de como for, até vender sua casa própria pode fazer sentido.
  11. Adicione risco aos seus investimentos assim que tiver formado a sua Reserva de Segurança. Encurte o caminho e simplifique a estratégia: invista em ETF de ações, que são fundos negociados na bolsa e geralmente com taxa de administração bem baixa. No Brasil, uma alocação em torno de 67% em WRLD11 e 33% em PIBB11 faz sentido se quiser diversificar seus investimentos entre o mercado global e o brasileiro. A WRLD11 é um fundo que investe em mais de 9 mil empresas do mundo e mais de 80% são alocados em EUA, Europa e Japão. Já o PIBB11 investe no mercado brasileiro e a taxa de administração é bem baixa.
  12. Procure aumentar sua fonte de renda Hoje em dia as possibilidades são enormes. Crie um negócio em paralelo, faça seu hobby o remunerar, etc. Esteja aberto a oferecer algo a mais para o mundo e a recompensa virá.
  13. Compre sua casa própria assim que tiver toda sua Reserva de Segurança, estiver poupando para a aposentadoria e investindo em ações. Comprar uma casa nem sempre é um bom negócio do ponto de vista financeiro, mas nem tudo precisa ser, não é? A casa própria é sua, ponto.
  14. Assuma a responsabilidade Na maioria dos casos, problemas financeiros derivam de problemas comportamentais. 80% de uma boa gestão financeira depende de mindset. Há pessoas que acham que tudo que acontece na vida delas é culpa de fatores externos. Se você não assumir a responsabilidade pela sua própria vida, nunca sentará para construir um orçamento. Uma boa gestão financeira requer o sentido de compromisso e a necessidade de manter o combinado mesmo nos momentos de adversidade.
  15. Não esqueça de ajudar as pessoas no caminho, seja doando parte do dinheiro que alcançar, seja doando tempo. Seja bom o tempo todo e será feliz!

A todos, um grande abraço!

Riko Assumpção

_____

Henriquecer: Podcast do Riko Assumpção 

ANCHOR
APPLE PODCAST
GOOGLE PODCAST
SPOTIFY

Conheça meus livros: https://henriquecer.com/livros-do-riko-assumpcao/

Saiba mais sobre mim: https://henriquecer.com/about/

Acesse a Planilha de Planejamento Financeiro aqui: https://henriquecer.com/planilha-financeira-no-excel/

Henriquecer.com