Documentos, recomendações e requisitos para viajar para a Tailândia

Depois de dois anos de fortes restrições devido à crise do Covid-19, tudo indica que poderemos gradualmente voltar a circular mais livremente. Ou seja, já podemos voltar a sonhar em viajar nas férias, e é claro, com atenção à parte financeira.

O quanto antes você começar a planejar suas férias, melhor. Com antecedência, as possibilidades de se estudar melhor o local, ouvir dicas e de aproveitar alguma promoção se multiplicam – além de ter mais tempo para melhor se preparar financeiramente. E é disso que irei falar aqui.

A primeira coisa que se deve fazer é montar um orçamento de o quanto você imagina que irá gastar na viagem. Tudo vai começar com o roteiro de viagem.

Nomeie todos os gastos que você sabe que terá em sua viagem: hospedagem, passagens, refeições, seguro viagem, testes PCR, além do dinheiro para o dia a dia.

Passagem de avião e demais translados: Existem diversos sites de passagens promocionais. No Brasil, há o Melhoresdestinos.com.br. Baixe o aplicativo e fique de olho nas promoções.

Numa viagem curta, avalie se vale realmente a pena passar 6 horas numa conexão – pode não ser uma economia muito inteligente.

Se a viagem for longa, opte por voos noturnos. O voo noturno vale por uma diária no hotel que você pode economizar. O mesmo vale para viagens de trens, ônibus, etc.

Seguem alguns sites importantes para sua pesquisa de passagem aérea: google.com/flights, submarinoviagens.com.br, decolar.com, viajanet.com.br, passagensimperdiveis.com.br, priceline.com, kayak.com. Além de voos, eles oferecem hotéis, alugueis de carro, etc.

Para quem for viajar pela Europa, o Flixbus é uma boa opção de passagens de ônibus low cost. Já o Blablacar é um aplicativo de caronas remuneradas. Sinceramente, é uma boa oportunidade de viajar barato e conhecer pessoas.

Hospedagem: Gastos com hospedagens viariam muito de pessoa a pessoa e de lugar a lugar. A escolha sobre ficar em albergues, resorts ou em bons hotéis depende muito do estilo do turista e da viagem.

Para quem quer se sentir “em casa” durante a viagem o Airbnb é uma boa pedida. Nem sempre é a opção mais barata, mas é uma chance de viver ao menos uns dias sentindo como se morasse no local.

O site priceline.com é bem interessante – além da pesquisa comum e descontos Pricebreakers, você pode também fazer uma oferta para um hotel no melhor estilo “quer pagar quanto?”. Se ele aceitar, é seu.

Alimentação : Lembre-se de fazer uma estimativa para as 3 refeições. Não deixe de orçar aquele restaurante que você quer conhecer. O TripAdvisor tem muitas dicas. Caso não tenha a priori nenhuma ideia de restaurante algum e muito menos de quanto custa uma refeição para onde você vai, você pode usar o numbeo.com, site que mostra o custo de vida em diversas cidades do mundo. Digite o nome da cidade para onde você vai e veja quanto custa uma refeição tanto num restaurante legal, num um pouco mais casual e até uma promoção no McDonald’s.

Atrações / Lazer : Orce com pé no chão e inteligência. Não faz sentido ir a Roma e deixar de visitar o Coliseu, mas por outro lado, atrações demais podem cansar e você acabar não curtindo tanto quanto poderia.

Seguro viagem : Principalmente hoje em dia, diversos países exigem um Plano de Seguro Saúde para a entrada. Este já era o caso na Europa mesmo antes da pandemia. Nos EUA, apesar de não ser obrigatório, eu jamais arriscaria viajar sem seguro! Uma torcida de pé pode custar o teu carro. Ou seja, não aconselharia a ninguém viajar sem um seguro de viagens em nenhum caso.

O comparaonline.com.br mostra os preços de coberturas de diversos seguros.

Os cartões Visa e Master oferecem também um seguro automático para o viajante caso ele mesmo seja o titular do cartão que comprou a passagem aérea.

Economia em casa : Enquanto você estiver viajando, estará gastando dinheiro na rua, mas por outro lado, não estará gastando em casa. Lembre de desligar todos os equipamentos da casa para economizar energia. Se a viagem for longa, desligue até da tomada.

Mercado, gasolina, diarista são algumas possíveis economias também. Além destes, os próprios gastos com restaurantes, cinema, bares e etc que você teria caso não tivesse viajado tem que ser contabilizados e descontados do custo total da viagem porque afinal o que importa é o custo adicional líquido da viagem.

Milhas : antes de viajar, transfira suas milhas e tire o maior proveito delas. A maior parte costuma ser gerada pelo uso de cartões de crédito e algumas pessoas mal sabem que possuem. Os cartões de crédito se bem usados podem ser um excelente aliado no Planejamento Financeiro: eles te dão prazo e milhas quando usados. Mas atenção pois se mal utilizados podem se tornar um pesadelo para quem se endividar com eles.

Como se organizar ? Uma vez que você tenha completado o seu orçamento, agora falta se preparar para encará-lo. O que costumo fazer é dividir os gastos estimados das minhas viagens por 12 e ir poupando mês a mês.

Para os gastos em moedas estrangeiras, minha recomendação é ir comprando a moeda antecipadamente aos poucos, fazendo um preço médio para assim evitar o risco de ser surpreendido por uma alta repentina num momento tenso no mercado. Você pode aplicar este dinheiro em um fundos cambiais caso seu banco ofereça um na moeda que você utilizará ou num Visa Travel Money, que apesar do IOF maior oferece maior segurança. Encare este IOF a mais como um seguro.

Se o montante em moeda estrangeira não for tão grande e você se sentir seguro em guardar as notas em casa, compre em papel moeda direto mesmo. O site melhorcambio.com.br compara a cotação em diversas casas de câmbio.

Lembre-se que é importante levar um cartão de crédito com um limite razoável para o exterior (e de habilitá-lo para usar onde você for), mas procure não usá-lo durante a viagem. É bom apenas para uma emergência porque, além do IOF alto, a cotação da moeda da sua compra será uma surpresa e pode ser que seja uma bem desagradável!

O mais importante: não deixe de planejar. A viagem de férias é para ser um momento de prazer e descontração com sua família e não uma fonte de problemas e desordem financeira.

A todos, um grande abraço

Riko Assumpcao

_____

Planejamento Financeiro com Riko Assumpcao no Youtube

Henriquecer: Podcast do Riko Assumpção 

ANCHOR
APPLE PODCAST
GOOGLE PODCAST
SPOTIFY

Conheça meus livros: https://henriquecer.com/livros-do-riko-assumpcao/

Saiba mais sobre mim: https://henriquecer.com/about/

Acesse a Planilha de Planejamento Financeiro aqui: https://henriquecer.com/planilha-financeira-no-excel/

Henriquecer.com